terça-feira, abril 21

. helix .

percebo que a vida não se repete de modo cíclico, mas espiralar. revejo situações semelhantes, mas inclinadas a outros humores. cada dia que passa a idéia de reencontros me parece bastante absurda. não vemos a mesma pessoa, ela sempre será uma outra que você reconhece por pouco. a outra pessoa dirá que você é o mesmo de sempre embora todas as mudanças.

penso naquelas pessoas que se jogam e que tentam planar em outros momentos deste espiral. depois penso naquelas que conseguiram para depois me ater naquelas que não conseguiram.

penso bastante nas que não conseguiram.

Um comentário:

Natalie S. Dowsley disse...

...como diria Heráclito, nunca podemos mergulhar 2x no mesmo rio... nunca seremos o mesmo, e o rio também não...