quarta-feira, novembro 21

. pausa para o café .

a pausa para o café está se tornando um dos poucos momentos em que deixo de pensar na correria. o cheiro do café reduz a minha velocidade e esvazia o meu pensamento. a cafeína está se tornando uma droga eficaz da correria.

penso até em sentar em algum lugar e saborear o café. abrir o livro atrasado, tomar notas para um que poderia ser. nas folhas brancas, sem linhas e sem direção, rabiscar qualquer coisa que soe desenho ou palavra. o café me dá motivos para olhar a folha branca com mais atenção ao que não está escrito e deixa que o simples registro se perca.

mas como o tempo, o café acaba.

2 comentários:

van disse...

Let´s go for a coffee? Please, van

Van disse...

"What if the question is not why am I so infrequentely the person I reallywant to be, but why do I so infrequentely want to be the person I really am?"
MISS YOU, van