sexta-feira, junho 13

casa

quando renata estava procurando um lugar para morar, queria algo que coubesse em suas economias distoantes. o dinheiro era incerto, a casa procurada também. visitou lugares que respondiam pelo preço e outros que não eram razoáveis. encontrou um apartamento em um prédio onde chegou a morar em outros tempos.

tempos de não lembrar.

o apartamento não cabia em seu bolso, mas havia uma varanda que lhe abriu a imaginação. era arejada e penetrada pelo sol. cabia um estúdio em que pintaria paisagens que não podia ver. é uma varanda-luneta.

alugou-o. as tintas ainda não chegaram, mas o cavalete está montado. o tamanho do que há na tela ainda é maior do que a preocupação de poder pagá-lo.

estes são tempos de lembrar.

Um comentário:

Luiza(BH) disse...

Lindo!...logo imaginei essa varanda no verão..