sábado, setembro 22

. fotografias .

para aninha,

vou passando as fotografias.
você começa com um penteado diferente,
mas já teve, há tempos atrás, o cabelo de hoje.
a sua pele sempre foi uma piscina
e seus olhos, uma antena resistente a tempestades.
você não mostra, mas fotografa torto os adeus.

as fotografias mentem photoshops,
o preto-e-branco não deixou de acontecer
o seu coração preto-e-branco.
as cores saturadas é um risinho
de quem deixou o comercial de lado.
você foi capturada pelas fotografias
que deixou de tirar.

você já esteve em tantos lugares.
há tantos céus, luzes de postes,
coisas inanimadas das cidades, roupa de frio.
eu me lembro de uma cinelândia e de um arpoador,
infinitos.
mas o foco... ah, o foco ficou perdido.

2 comentários:

Ana disse...

Você, sempre cheio de razão...

Priscilla disse...

lindo!