terça-feira, maio 24

Quando a chuva cai

Chove torrencialmente em São Paulo
e no caos da cidade sinto-me em casa.
Irritadiços estão todos nas ruas, ônibus,
automóveis, metrô, boteco, padoca.
Leio algum livro sobre alguém que pode ser feliz
tenso para que as luzes não se apaguem.

E me perguntando, a cada semáforo,
se a vida me reservará mais do que espero.

2 comentários:

Lua disse...

A vida te reserva bem mais...

Depois vai lá olhar, lembrei de um jeito de corrigir de forma simples...

beijos beijos e beijos

lua disse...

Chegou... chegou... chegou...

=)