segunda-feira, maio 23

Tenho Sede

Traga-me um copo d'água
Tenho sede
E essa sede pode me matar
Minha garganta pede um pouco d'água
E os meus olhos pedem teu olhar
A planta pede chuva quando quer brotar
O céu logo escurece quando vai chover
Meu coração só pede o teu amor
Se não me deres, posso até morrer.

Dominguinhos/Anastácia

2 comentários:

Lua disse...

O São João tá chegando e por essas bandas a gente viaja para o interior e vai aproveitar o friozinho para dançar forró na praça... Dominguinho é sempre bom!!!

beijos

tê disse...

marcinho, nos deixamo na terça né, não me culpe só a mim :p
Adoro essa música :)

beijinho